Loading

Notícias

Selecione um ano para buscar as notícias:

18/07/2018 - Comit de Compras define produtos para aquisio coletiva

Gestores da área de suprimentos dos clubes reuniram-se no Sindi Clube, nesta quarta-feira (18), para discutir novas compras coletivas de produtos e serviços de grande demanda nas agremiações.

Os participantes, que integram o Comitê de Compras do Sindi Clube, definiram como objetos de cotação lâmpadas tubulares LED, produtos químicos de limpeza, sacos de lixo, tinta branca e massa corrida. Agora, o Comitê fará contato com fornecedores desses produtos para negociar as compras em grandes quantidades, com economia.

 

A próxima reunião do Comitê de Compras está marcada para 19 de setembro, às 9h30. Interessados em participar podem obter informações pelo telefone (11) 5054-5464, com Tatiana.  

05/07/2018 - Gestores de manuteno discutem alternativas econmicas

Gestores de manutenção de clubes encontraram-se no Sindi Clube para discutir alternativas que levem à economia de recursos e proporcionem soluções para problemas que são comuns nas agremiações.

Os profissionais trocaram informações sobre o gerenciamento de atividades voltadas para a conservação, reforma e reparo, nas diversas áreas dos clubes.

Os encontros serão bimestrais, o próximo está marcado para 5 de setembro, às 9h30, e terá na pauta os temas: implantação de projeto de iluminação LED, tratamento de piscinas e estruturação do organograma da área de manutenção.

Os gestores também formaram um grupo no Whatsapp, como ferramenta de interação. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone 5054-5464 e pelo e-mail contato@sindiclubesp.com.br.

 

03/07/2018 - STF decidir sobre MP 841 em agosto

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Ricardo Lewandowski, marcou para 6 de agosto a “audiência preliminar à apreciação da cautelar” para a Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI)  solicitada pela Confederação Brasileira de Surfe que pede a revogação da Medida Provisória 841/2018, conhecida como a MP das Loterias.

No documento, a Confederação alega que a MP é inconstitucional, uma vez que há “ausência de requisito constitucional de urgência”. “Sob o argumento de pretender destinar mais dinheiro à segurança, a MP acaba ferindo garantias previstas na Constituição Federal”, aponta a ADI.

Enquanto a definição do STF não sai, a MP 841 continua valendo e poderá cancelar 204 campeonatos brasileiros interclubes de vários esportes, até o fim do ciclo olímpico, em 2020, atingindo mais de 90 mil atletas em formação.

Para reduzir os danos desta medida, o Congresso tem até 60 dias, prorrogáveis para mais 60, a contar do dia 11 de junho, para aprova-la. Uma comissão mista de deputados e senadores foi formada para produzir um relatório. Ao todo, 95 emendas foram apresentadas, com a maioria delas devolvendo dinheiro ao esporte.

O setor clubístico articula mudanças com representantes do poder público e conta com o apoio do segmento esportivo para reduzir os prejuízos causados pela MP 841.

29/06/2018 - Sindi Clube pede a parlamentares que no aprovem MP 841

O Sindi Clube encaminhou nessa sexta-feira (dia 29) mensagem a todos os senadores e deputados que integram o Congresso Nacional alertando para os prejuízos que serão causados pela MP 841/2018, que transfere grande parte da verba que compõe o orçamento do esporte no país para projetos de segurança pública, e solicitando a oposição dos parlamentares para que a mesma não seja aprovada pela Comissão Mista do Congresso quando for votada.

“Não se pode conceber solução pior para os graves problemas de segurança enfrentados pela população brasileira do que o enfraquecimento do esporte no país. É graças aos incentivos oficiais que a atividade esportiva desenvolvida no país tem se constituído em uma alternativa importante, e por vezes única, para afastar os jovens da criminalidade”, lembra a mensagem do presidente da entidade, Paulo Movizzo.

Segundo o presidente do Sindi Clube, “não é aceitável que os clubes, as confederações nacionais, o Comitê Brasileiro de Clubes, as secretarias municipais e estaduais de esporte e o próprio Ministério do Esporte, responsáveis por essas iniciativas voltadas para os jovens brasileiros, sejam afetados em seus diversos projetos que garantem qualidade de vida, desenvolvimento humano e inclusão social por meio da prática esportiva”.

A mensagem cita o papel dessas entidades também no desenvolvimento do esporte e na formação dos atletas brasileiros, e relembra aos parlamentares que, ao contrário do que dispõe a matéria, “tramita na Comissão do Esporte da Câmara dos Deputados um Projeto de Lei que visa exatamente rediscutir a atual divisão dos recursos das loterias que chegam ao esporte, com a finalidade de ampliar a geração de projetos para preparação de atletas, inclusive para o ciclo olímpico de Tóquio, em 2020”.

Desde que a MP foi anunciada, o Sindi Clube vem participando ativamente da campanha contra a MP 841 lançada pela Fenaclubes e pelo Comitê Brasileiro de Clubes (CBC). O vice-presidente de Relações Institucionais do Sindi clube, Marcelo Belleza, representou a entidade em audiência pública da Comissão de Esportes da Câmara dos Deputados que discutiu o assunto, e naquela ocasião, vários atletas e também parlamentares se manifestaram contra a MP e o prejuízo causado a atletas e técnicos brasileiros, oriundos de agremiações de todo o país, com o corte de suas fontes de financiamento.

Nessa mesma data, o Sindi Clube recebeu um importante apoio do deputado Floriano Pesaro (PSDB-SP) que discursou no plenário da Câmara dos Deputados se associando à indignação manifestada pela entidade e se comprometendo a mobilizar as bancadas para apresentação de emendas e impedir que os clubes esportivos sejam prejudicados.

Segundo o Sindi Clube, até 9 de julho encerra-se o prazo de tramitação das emendas na Câmara dos Deputados. Depois, devem seguir para o Senado com prazo até 6 de agosto, o que exige uma urgente mobilização do setor para impedir a aprovação da medida.

    

27/06/2018 - Programa Touch destaque em reportagem do Jornal da Cultura

O Programa Touché, Escola Pública de Esgrima, foi tema de reportagem do Jornal da Cultura, na edição do último sábado (23).

 

A gravação foi realizada no Pelezão, centro esportivo da Prefeitura onde o curso de esgrima é ministrado para os estudantes da rede pública de ensino;

 

A matéria ressalta a importância do esporte na vida dos alunos e como o projeto, lançado em setembro, tem divulgado a esgrima, uma modalidade pouco conhecida, além de promover a descoberta de novos talentos.    

 

O Touché beneficia alunos de 9 a 14 anos, por meio de convênio dos clubes paulistanos Associação Brasileira Hebraica de São Paulo, Club Athletico Paulistano e Esporte Clube Pinheiros com a Secretaria Municipal de Esportes de São Paulo, coordenado pelo Sindi Clube.

 

Veja a reportagem aqui

26/06/2018 - Seminrio de Esportes abre inscries!

As inscrições para a sexta edição do Seminário de Esportes já estão abertas, vão até 31 de agosto.

O evento será realizado pela Unisindiclube em 8 de outubro, no Clube Esperia, e abordará conteúdos relevantes para profissionais desse importante setor dos clubes, que reúne dirigentes, gestores e educadores físicos.

 

Acesse o site do evento para inscrever-se, saber mais detalhes da programação e conhecer os palestrantes.

19/06/2018 - Nota de Repdio Conjunta - CBC / Clubes Formadores

Como vem sendo noticiado amplamente pela imprensa, o esporte nacional vive um clima de luto após a edição da Medida Provisória 841. Em resumo, todo o trabalho realizado ao longo dos anos pelo Comitê Brasileiro de Clubes - CBC foi bruscamente interrompido. Debates entre a entidade e nós, os clubes formadores, pautaram o formato da Política Nacional de Formação de Atletas Olímpicos e Paralímpicos no país da qual já estávamos colhendo frutos. Tudo isso fica ameaçado e, o mais grave: a preparação para Tóquio 2020 vai para a UTI.

Prova do grave estado em que colocaram o nosso esporte de base é o cancelamento de 204 competições dos Campeonatos Brasileiros Interclubes que vinham sendo promovidos com sucesso pelo CBC em conjunto com Confederações de diversas modalidades em todo o país e que só no final de 2017 e início de 2018 beneficiaram 9.400 atletas em 59 Competições realizadas.

Sem a MP 841/2018, havia a previsão de apoio a realização de 263 Campeonatos Brasileiros até 2020,atingindo em torno de 90 mil beneficiados, potencializados quando se considera que em sua grande maioria os Campeonatos são desdobrados (como por exemplo, em provas e/ou categorias de cada esporte disputado).

A partir de agora, mantida a MP e sem o apoio do CBC, 204 campeonatos serão cancelados, inviabilizando a política de formação de atletas no Brasil. Fora as participações em competições internacionais representando o país que também serão canceladas. Milhares de atletas serão dispensados e haverá o encerramento de atividades esportivas em diversos clubes.

Mas as sequelas são ainda maiores! Equipes técnicas e multidisciplinares contratadas pelos clubes formadores a partir do apoio dos recursos financeiros - que até então o CBC contava e era a garantia para o pagamento do salário de inúmeros profissionais do segmento esportivo - poderão ficar sem emprego. São centenas de técnicos, auxiliares, preparadores físicos e fisioterapeutas, um verdadeiro efeito dominó em toda a cadeia produtiva do Esporte.

Por meio desta nota, repudiamos o que está sendo feito com a formação de atletas no Brasil por meio da MP 841. Os clubes foram responsáveis por mais de 80% dos atletas participantes nas duas últimas Olimpíadas. Não há formação de atletas sem os clubes no Brasil!


#LutoPeloEsporte #ContraMP841

 

Assinam esta nota:

Assembléia Paraense
Associação Atlética Banco do Brasil de São Paulo
Associação Atlética Portuários de Santos
Associação Brasileira A Hebraica de São Paulo
Associação de Basquete de Vilhena
Associação Esportiva Siderúrgica de Tubarão - Clube AEST
BNB Clube de Fortaleza
Botafogo de Futebol e Regatas
Centro Cultural e Recreativo Cristóvão Colombo
Círculo Militar de São Paulo
Círculo Militar do Paraná
Club Athletico Paulistano
Club de Regatas Vasco da Gama
Clube Atlético São Paulo
Clube Bahiano de Tênis
Clube Curitibano
Clube de Campo de Piracicaba
Clube de Natação e Regatas Álvares Cabral
Clube de Regatas do Flamengo
Clube dos Funcionários da Companhia Siderúrgica Nacional
Clube dos Jangadeiros
Clube Duque de Caxias
Clube Esperia
Clube Esportivo da Penha
Clube Esportivo Helvetia
Clube Internacional de Regatas
Clube MESC Movimento de Expansão Social Católica
Clube Paineiras do Morumby
Country Club de Maringá
Esporte Clube Ginástico
Esporte Clube Pinheiros
Fluminense Football Club
Grêmio Náutico União
Iate Clube de Brasília
Instituto Reação
Itamirim Clube de Campo
Mackenzie Esporte Clube
Minas Tênis Clube
Olympico Club
Paysandu Sport Club
Porto Ferreira Futebol Clube
Recreio da Juventude
Santa Mônica Clube de Campo
Sociedade de Ginástica Porto Alegre - SOGIPA
Sociedade Morgenau
Sociedade Recreativa Mampituba
Sociedade Thalia
Sport Club Corinthians Paulista
Sport Club do Recife
Tênis Clube de Santos
Tijuca Tênis Clube
Trianon Clube
Veleiros do Sul Associação Náutica Desportiva
Yacht Clube da Bahia

 

14/06/2018 - Vote a favor do esporte do pas

O Portal e-Cidadania, do Senado, abriu uma consulta pública sobre a Medida Provisória 841, que transfere recursos do esporte para supostamente solucionar problemas de segurança pública do país.

O Sindi Clube incentiva o voto NÃO, para contestar a MP 841.

Acesse aqui e vote contra o enfraquecimento do esporte.

 

13/06/2018 - Parlamentar apoia manifestao do Sindi Clube contra MP que retira recursos do esporte

Deputado Floriano Pesaro, do PSDB-SP, discursou no plenário da Câmara e anunciou que vai mobilizar

apresentação de emendas para impedir que os clubes sejam prejudicados

 

O Sindi Clube recebeu um importante apoio para impedir a aprovação da MP 841, que retira recursos do esporte para o sistema de segurança pública federal. O deputado Floriano Pesaro (PSDB-SP) discursou nesta quarta-feira (13), no plenário da Câmara dos Deputados, em Brasília, se associando à indignação manifestada pela entidade.  

 

“Os clubes sempre tiveram um papel preponderante nos ciclos olímpicos anteriores, quando 80% dos integrantes das delegações que representaram o Brasil nos Jogos, entre atletas e técnicos, eram oriundos de agremiações de todo o país. Por esse motivo, repudiamos a ideia de que essa medida seja efetivamente adotada, trazendo incalculáveis prejuízos para a nação brasileira, conforme já exposto. E não vamos permitir nesse Congresso que tal ação do Governo Federal prejudique tantos esportistas e tantos jovens dessa forma e, ao contrário do que se pretende, acabe colaborando com o aumento da criminalidade no país”, finalizou o deputado.

 

O vice-presidente de relações Institucionais do Sindi Clube, Marcelo Belleza, representou a entidade na audiência pública da Comissão de Esportes da Câmara que discutiu o assunto, quando vários parlamentares se manifestaram contra a MP. Segundo Belleza, “não é aceitável que, como grandes responsáveis pelo desenvolvimento do esporte e pela formação e preparação dos atletas brasileiros, os clubes brasileiros sejam prejudicados com o corte de suas fontes de financiamento”.

 

O deputado Floriano Pesaro anunciou que vai mobilizar as bancadas para apresentação de emendas que impeçam que os clubes esportivos sejam prejudicados. “O prazo para apresentação de emendas é de hoje (13) até o dia 18/6 e até 9/7 elas serão apresentadas no Plenário da Câmara. Depois, as emendas devem seguir para o Senado até 6/8 e o último prazo para votação é até 10/8”, alertou Pesaro.

12/06/2018 - Repdio diminuio de recursos ao esporte

O Sindi Clube vem manifestar sua total inconformidade com a edição pelo presidente Michel Temer de medida provisória que transfere recursos das loterias esportivas, principal fonte de verba do Comitê Olímpico do Brasil, do Comitê Paralímpico Brasileiro, do Ministério do Esporte e do Comitê Brasileiro de Clubes, para a segurança pública.

Não se pode conceber solução para os graves problemas de segurança enfrentados pela população com o enfraquecimento do esporte do país que, graças aos incentivos oficiais, vem se estruturando justamente para ser uma alternativa válida para afastar os jovens da criminalidade.

Não é aceitável que os clubes, as confederações nacionais, o Comitê Brasileiro de Clubes, as secretarias municipais e estaduais de esporte e o próprio Ministério do Esporte sejam afetados por uma decisão desse tipo em seus diversos projetos, que garantem à população brasileira qualidade de vida, desenvolvimento humano e inclusão social através da prática esportiva.

Queremos lembrar que os recursos repassados aos clubes são regidos por lei específica, e é incompreensível que, como grandes responsáveis pelo desenvolvimento do esporte e pela formação e preparação dos atletas brasileiros, o segmento clubístico brasileiro e as agremiações que o compõem sejam prejudicados com o corte de suas fontes de financiamento.

Causa ainda maior perplexidade o fato de que a edição da lamentável MP ocorra enquanto tramita na Comissão do Esporte da Câmara dos Deputados um Projeto de Lei que visa exatamente rediscutir a atual divisão dos recursos das loterias que chegam ao esporte, com a finalidade de ampliar a geração de projetos para preparação de atletas, inclusive para o ciclo olímpico de Tóquio, em 2020.

Os clubes sempre tiveram um papel preponderante nos ciclos olímpicos anteriores, quando 80% dos integrantes das delegações que representaram o Brasil nos Jogos, entre atletas e técnicos, eram oriundos de agremiações de todo o país. Por esse motivo, repudiamos liminarmente essa medida provisória, que traz incalculáveis prejuízos para a nação brasileira, conforme já exposto.

Paulo Movizzo

Presidente do Sindi Clube

12/06/2018 - Lei estadual muda exigncias para prticas de atividades fsicas nos clubes e academias

A Lei nº 16.724, de 22  de maio de 2018, alterou a Lei nº 10.048, de julho de 2001, para estabelecer e flexibilizar novos métodos de avaliação médica para os praticantes de atividades físicas e esportivas.

O texto aprovado, que institui o Questionário de Prontidão para Atividade Física (PAR-Q), que deve ser observado pelos clubes paulistas quando há renovação dos exames e laudos vigentes.

A Consultoria Jurídica do Sindi Clube emitiu parecer para orientação dos clubes e também disponibilizou o modelo do PAR-Q, abaixo:

As matrículas para frequentar os estabelecimentos de que trata a lei dependem:


I - para os interessados com idade entre 15 e 69 anos, da resposta ao Questionário de Prontidão para Atividade Física (PAR-Q)i;


II - para os interessados com idade inferior a 15 anos, de autorização por escrito de pai ou responsável;


III - para os interessados com idade a partir de 70 anos, de apresentação de atestado de aptidão para prática de atividade física, do qual deverá constar, obrigatoriamente, o nome completo do médico, seu número no Conselho Regional de Medicina - CRM e eventuais observações relativas às especificidades de cada caso concreto.


Dos interessados com idade entre 15 e 69 anos que responderem positivamente a qualquer das perguntas do PAR-Q, será exigida a assinatura do “Termo de Responsabilidade para Prática de Atividade Física”.

Os estabelecimentos mencionados deverão manter cadastro atualizado com os dados pessoais dos clientes e alunos matriculados, bem como os documentos a que se refere – PAR-Q, cujo preenchimento e arquivamento também poderão ser realizados por meio eletrônico.

Modelo oficial de Questionário de Prontidão para Atividade Física (PAR-Q)

Este questionário tem o objetivo de identificar a necessidade de avaliação por um médico antes do início da atividade física.

Caso você responda “SIM” a uma ou mais perguntas, converse com seu médico ANTES de aumentar seu nível atual de atividade física.

Mencione este questionário e as perguntas às quais você respondeu “SIM”. Por favor, assinale “SIM” ou “NÃO” às seguintes perguntas:


1) Algum médico já disse que você possui algum problema de coração e que só deveria realizar atividade física supervisionado por profissionais de saúde?
( ) SIM ( ) NÃO


2) Você sente dores no peito quando pratica atividade física?
( ) SIM ( ) NÃO


3) No último mês, você sentiu dores no peito quando praticou atividade física?
( ) SIM ( ) NÃO


4) Você apresenta desequilíbrio devido à tontura e/ou perda de consciência?
( ) SIM ( ) NÃO


5) Você possui algum problema ósseo ou articular que poderia ser piorado pela atividade física?
( ) SIM ( ) NÃO


6) Você toma atualmente algum medicamento para pressão arterial e/ou problema de coração?
( ) SIM ( ) NÃO


7) Sabe de alguma outra razão pela qual você não deve praticar atividade física?
( ) SIM ( ) NÃO

 

Data,________________, nome completo_______________


Assinatura:________________________________________

 

Modelo oficial de Termo de Responsabilidade para Prática de Atividade Física


Estou ciente de que é recomendável conversar com um médico antes de aumentar meu nível atual de atividade física, por ter respondido “SIM” a uma ou mais perguntas do “Questionário de Prontidão para Atividade Física” (PAR-Q).

Assumo plena responsabilidade por qualquer atividade física praticada sem o atendimento a essa recomendação.


Data,_____________, nome completo__________________


Assinatura:_______________________________________

Saliente-se que avaliação médica como tal apresentada, não dispensa a avaliação física que deverá ser feita por Profissional de Educação Física, a fim de mensurar a carga de exercícios.

08/06/2018 - Nota de pesar

O Sindi Clube lamenta o falecimento de Maria Esther Bueno, reconhecidamente a maior tenista brasileira e da história do esporte.

 

Neste triste momento, apresentamos nossa solidariedade à família.

 

06/06/2018 - Nota de pesar

A diretoria do Sindi Clube, consternada, lamenta o falecimento de Ricardo Sampaio Vidal Gusmão, presidente do Club Athletico Paulistano.

Gusmão marcou sua presença pela competência e dedicação aos assuntos do Paulistano. Isso sempre foi feito com muita alegria, característica marcante do companheiro que, infelizmente, nos deixou.

No meio clubístico fica a lembrança do dirigente ativo e qualificado, que sempre será recordado com admiração. À família, nossa solidariedade neste momento de dor.

O corpo será velado a partir do meio-dia de amanhã (7), no Funeral Home, Rua São Carlos do Pinhal, 376. O enterro, às 15h, no Cemitério da Consolação, São Paulo.

Paulo Movizzo

Presidente do Sindi Clube

05/06/2018 - Copa: acordo com empregados permite folga durante os jogos do Brasil

Clubes associados ao Sindi Clube têm perguntado sobre as folgas no trabalho em dias de jogos do Brasil na Copa do Mundo. A Consultoria Jurídica do Sindi Clube esclarece essa questão e dá a orientação abaixo.

Os dias de jogos da Seleção Brasileira não serão considerados feriados. Além disso, será prerrogativa dos empregadores decidirem se liberarão ou não seus empregados para assistirem às partidas.

No caso de liberação com compensação posterior de horas, os clubes e os funcionários devem chegar a acordo sobre a questão.

Mesmo não sendo feriado e não havendo a obrigação de liberar os funcionários, é recomendável que os clubes analisem o impacto no ambiente do trabalho.

Os clubes e os empregados, com base na nova legislação trabalhista em vigor, poderão realizar acordos individuais e compensarem os dias ou horas de folga dos jogos. Os empregadores também poderão fornecer local adequado para que os funcionários assistam aos jogos no próprio clube. 

Essa negociação não precisa ser realizada com a participação do sindicato. O empregado pode fazer esse tipo de acordo com o clube para compensar o período em outras datas, cumprindo o número de horas em que esteve ausente. O ideal é que a compensação se dê no mesmo mês, para não gerar banco de horas.

Com a reforma trabalhista, clubes e funcionários podem fazer um acordo verbal para as horas que serão compensadas dentro do mesmo mês, segundo o artigo 59 da CLT. Se a compensação ocorrer em até seis meses, o acordo deve ser feito por escrito.

Também é possível estipular um horário de trabalho diferenciado em dias de jogos, com horário de trabalho maleável. Isso pode ser feito com o início da jornada de trabalho se dando um pouco mais tarde, com a interrupção do expediente apenas no período do jogo ou, ainda, encerrando-se as atividades antes mesmo do horário da partida.

Caso o clube e seus funcionários não entrem em acordo, o dia de jogo do Brasil na Copa será considerado um dia normal de trabalho.

Quando não for estabelecido o regime de compensação de jornada, e mesmo assim o empregado recusar-se a trabalhar, faltando injustificadamente, essa ausência poderá ser descontada nos vencimentos do trabalhador. Além disso, é importante esclarecer que essa falta injustificada também repercute no descanso semanal remunerado, tendo em vista que o empregado que faltar sem motivo justificado perde a remuneração do dia de repouso.

 

Jogos do Brasil na Copa, fase de grupos:

Jogo 1 - Brasil x Suíça: Domingo: 17 de junho, 15 horas.

Jogo 2 - Brasil x Costa Rica: Sexta-feira: 22 de junho, 9 horas.

Jogo 3 – Brasil x Sérvia: Quarta-feira: 27 de junho, 15 horas.

 

Fases seguintes, havendo classificação:

Cenário 1

Brasil classificado em primeiro lugar do Grupo E

  • Nas oitavas de final, enfrentará o segundo colocado do Grupo F, em 2 de julho (segunda), às 11h.
  • Avançando às quartas de final, o jogo será em 6 de julho (sexta), às 15h.
  • A semifinal está marcada para 10 de julho (terça), às 15h.
  • A final, 15 de julho (domingo), às 12h.
  • A disputa do terceiro lugar será um dia antes (sábado), às 11h.

 

Cenário 2

Brasil classificado em segundo lugar do Grupo E

  • O jogo das oitavas de final está marcado para 3 de julho (terça), às 11h.
  • A partida das quartas de final será em de julho (sábado), às 11h.
  • A semifinal, em 11 de julho (quarta), às 15h.
  • A final, em15 de julho (domingo), às 12h.
  • A disputa do terceiro lugar ocorrerá um dia antes (sábado), às 11h. 

29/05/2018 - Sindi Clube oferece sistema com 340 cargos de trabalho dos clubes

Os clubes associados ao Sindi Clube têm à disposição um apoio fundamental para vencer o desafio de montar e administrar adequadamente um plano de cargos e salários, capaz de oferecer referências seguras de profissionais qualificados, com metodologia e política coerente com as necessidades da organização.

Com o objetivo de contribuir com a gestão eficaz de recursos humanos, o Sindi Clube, em parceria com a Facioli Consultoria, oferece um sistema que permite armazenar e gerenciar descrições de cargos dos clubes, além da pesquisa tradicional das práticas salariais e de benefícios.

O banco de dados da Facioli conta com informações de mais 340 ocupações específicas das áreas de trabalho existentes nas estruturas dos clubes, tais como: atendimento, área esportiva, administrativo-financeira, patrimonial, social, bares e restaurantes, náutica, golfe e hípica. Também estão incluídos os dados de práticas de remuneração de mais de 70 empresas de todo o país, totalizando 1.100 cargos à disposição.

O sistema viabiliza análises e elaboração de relatórios, tabelas salariais comparativas, construção de perfis adequados para cada função e definição de políticas de remuneração coerentes com o setor. As consultas ao sistema são feitas em uma interface moderna e de fácil interação.

“Após a reforma trabalhista, tornou-se essencial contar com um instrumento que norteie a gestão de RH e a estrutura de cargos e salários, para alcançar equilíbrio na definição das atribuições e responsabilidades de cada posto e, consequentemente, os seus respectivos níveis salariais. Isso é proporcionado pelo sistema da Facioli”, diz o diretor-executivo do Sindi Clube, Cláudio Lauletta.

Os clubes associados ao Sindi Clube têm desconto progressivo de até 20% (de acordo com o número de clubes que aderirem) e modalidades de pagamento exclusivas, com parcelamento.

Para mais informações, ligue para (11) 2847-4917, (16) 4009-4500, ou acesse www.facioli.com.

24/05/2018 - Alunos do Colgio Dante Alighieri inscritos em federaes esportivas cumpriro atividade esportiva curricular nos clubes

O Sindi Clube firmou nesta semana uma parceria com o Colégio Dante Alighieri que permitirá aos alunos daquela instituição de ensino inscritos como atletas em federações esportivas incorporarem ao currículo escolar como atividade esportiva os treinamentos realizados em clubes aos quais estejam vinculados.

Os alunos deverão matricular-se na disciplina optativa “Treinamento esportivo para alunos federados inscritos em clubes esportivos”, oferecida pela escola, e as atividades entrarão como créditos, com validade para o currículo escolar.

“Essa é uma iniciativa pioneira do Colégio Dante Alighieri, que beneficia os alunos que disputam campeonatos importantes. e que terão essa atividade reconhecida para o cumprimento do currículo escolar. O treinamento ministrado nos clubes é de alto nível e cumpre totalmente o objetivo da proposta pedagógica da escola”, afirmou o presidente do Sindi Clube, Paulo Movizzo.

Segundo Movizzo, “outros colégios poderão fazer parcerias idênticas com o Sindi Clube e, além de atender à exigência do currículo escolar, os atletas beneficiados poderão dedicar-se ainda mais às competições que disputam”.

Os clubes com atletas federados que são estudantes do Dante e que desejarem aderir devem procurar o Colégio e firmar o contrato de parceria, que tem o Sindi Clube como anuente.

24/05/2018 - Alunos do Colgio Dante Alighieri inscritos em federaes esportivas cumpriro atividade esportiva curricular nos clubes

O Sindi Clube firmou nesta semana uma parceria com o Colégio Dante Alighieri que permitirá aos alunos daquela instituição de ensino inscritos como atletas em federações esportivas incorporarem ao currículo escolar como atividade esportiva os treinamentos realizados em clubes aos quais estejam vinculados.

Os alunos deverão matricular-se na disciplina optativa “Treinamento esportivo para alunos federados inscritos em clubes esportivos”, oferecida pela escola, e as atividades entrarão como créditos, com validade para o currículo escolar.

“Essa é uma iniciativa pioneira do Colégio Dante Alighieri, que beneficia os alunos que disputam campeonatos importantes. e que terão essa atividade reconhecida para o cumprimento do currículo escolar. O treinamento ministrado nos clubes é de alto nível e cumpre totalmente o objetivo da proposta pedagógica da escola”, afirmou o presidente do Sindi Clube, Paulo Movizzo.

Segundo Movizzo, “outros colégios poderão fazer parcerias idênticas com o Sindi Clube e, além de atender à exigência do currículo escolar, os atletas beneficiados poderão dedicar-se ainda mais às competições que disputam”.

Os clubes com atletas federados que são estudantes do Dante e que desejarem aderir devem procurar o Colégio e firmar o contrato de parceria, que tem o Sindi Clube como anuente.

24/05/2018 - Diretor regional do Sindi Clube participa de reunio da Comisso do Esporte na Cmara dos Deputados

O diretor regional do Sindi Clube na Baixada Santista e presidente do Clube Internacional de Regatas, Ricardo Lyra, esteve em Brasília nessa quarta-feira (23) representando a entidade na mesa-redonda que a Comissão do Esporte da Câmara dos Deputados realizou durante a reunião ordinária em que debateu e deu andamento a projetos de lei que tratam de formas de financiamento do esporte, formação de atletas e preparação para o atual Ciclo Olímpico, entre outros temas.

“Como grandes responsáveis pelo desenvolvimento do esporte e pela formação de atletas no país, os clubes sempre tiveram um papel preponderante nos ciclos olímpicos anteriores, quando 80% dos integrantes das delegações que representaram o Brasil nos Jogos, entre atletas e técnicos, eram oriundos de agremiações de todo o país. O Sindi Clube reúne 1.400 clubes e tem toda legitimidade para participar da discussão das políticas públicas nessa área”, afirmou Ricardo Lyra, que comemorou a aprovação pela Comissão do Esporte do Projeto de Lei Nº 6.718/16, do deputado César Halum, que institui normas gerais sobre o desporto, para realocar a destinação de recursos oriundos dos 2,7% da arrecadação bruta dos concursos de prognósticos e loterias federais, na qual o setor de clubes reivindicava mudanças. “A aprovação dessa e de outras mudanças vão ajudar e muito a financiar a formação de atletas visando a preparação para o ciclo olímpico de Tóquio (2020).”

18/05/2018 - Portaria estabelece condies para acesso a incentivos e iseno de tributos dos clubes

Os clubes devem ficar atentos à portaria 115 do Ministério do Esporte (ME), que entrará em vigor em 27 de junho. O ato editado pelo ME passa a exigir uma certificação das agremiações que pleiteiam incentivos fiscais.

A Consultoria Jurídica do Sindi Clube chama a atenção para o fato de que as mesmas exigências da certificação são condicionantes para os clubes manterem a isenção do Imposto de Renda da Pessoa Jurídica e a tributação diferenciada da Cofins e do PIS sobre a folha de salários.

Para a obtenção dessa certificação o clube terá, por exemplo, de ter adequado seu estatuto à Lei Geral do Esporte. Essa adaptação é uma exigência legal que os clubes já deveriam ter providenciado até abril de 2014.

A Consultoria Jurídica do Sindi Clube fez uma síntese do texto da portaria 115, que pode ser acessada aqui

09/05/2018 - "Encontros com Autor" tem bate papo com Jamil Chade no Esporte Clube Pinheiros

Autor de “O caminho de Abraão” falou sobre a situação da Síria e da Europa, de identidade cultural e da manipulação econômica da guerra

Nessa segunda-feira (7), o Sindi Clube realizou no Esporte Clube Pinheiros mais uma edição de “Encontros com o Autor” e recebeu o escritor e correspondente internacional do jornal O Estado de S. Paulo em Genebra, Jamil Chade. Um bate papo com os associados marcou o lançamento e noite de autógrafos de sua primeira obra de ficção: “O caminho de Abraão - fé, amor e guerra em travessias separadas pelo tempo”, da editora Planeta. A conversa teve mediação de Diogo de Godoy Santos.

O livro expõe a trajetória da personagem Hagar, filha de imigrantes argelinos e muçulmanos que supera todas as limitações de sua vida na periferia de Marselha para estudar nas melhores universidades da França e luta por ser reconhecida por sua identidade étnica. Contratada por uma multinacional francesa, ela é enviada para coordenar investimentos milionários de uma fábrica de cimento na Síria, antes da guerra.

“Baseado em fatos reais, a fábrica de cimento existe realmente na Síria, entrelaço a história de Haga com à de milhares de sírios que tentam driblar diariamente a morte para escapar dos horrores da guerra e a tocante história de Abraão, o patriarca das maiores religiões do mundo”, disse Jamil.

Segundo ele, “nessa busca por uma identidade, a jovem se vê cumprindo ordens criminosas de sua direção da multinacional francesa, levando propina para a fábrica de cimento continuar a funcionar quando a guerra começa, em 2011, e alimentar o Estado Islâmico e seu líder radical Bashar al-Assad, mas contra todos os seus princípios éticos, morais e religiosos”, continua.

Para o jornalista, que vive de perto e relata a situação diariamente em suas reportagens sobre os milhares de refugiados na Europa, “a Síria por muito tempo será responsável pela maior crise humanitária, mas não está sozinha. O maior paradoxo nisso tudo é que os europeus hoje se perguntam quem os representa, pregam a igualdade entre europeus e imigrantes, mas não aplicam porque os países pobres são os que mais recebem refugiados,  e o dinheiro de suas multinacionais vão para o bolso dos mesmos fanáticos religiosos que colocam bombas em suas cidades. Ou seja, nem um lado e nem o outro têm interesse em finalizar o confronto porque todos lucram com a guerra”, completou.


02/05/2018 - Encontro de Solues apresenta palestras no Congresso Brasileiro de Clubes

Com um público de mais de 300 pessoas, o Sindi Clube apresentou o painel de palestras “Encontro de Soluções” na abertura do Congresso Brasileiro de Clubes, em 29 de abril, no hotel Royal Palm Plaza, em Campinas. Presidentes e dirigentes de clubes, vindos de todas as regiões do país, acompanharam com atenção as exposições.

Primeiramente, Tulio Loyelo, da Phorte Educacional, explicou como a parceria da empresa com o Sindi Clube vai dinamizar os cursos da Unisindiclube, principalmente o ensino a distância. Em seguida, o consultor jurídico Valter Piccino falou sobre os impactos da reforma trabalhista no dia a dia dos clubes. Depois, Fábio Saba, especialista em gestão de pessoas e diretor da IHRSA Fitness Brasil, abordou modelos de gestão e novidades em equipamentos que academias de clubes podem utilizar para atrair e fidelizar seus clientes.

Por fim, os congressistas receberam Marcos Evangelista de Morais, mais conhecido como Cafu, campeão nas Copas de 1994 e 2002 e recordista de jogos pela seleção brasileira (149 jogos). O capitão do penta apresentou fatos que envolveram o desenvolvimento do trabalho da sua fundação, que atua no bairro paulistano de Jardim Irene, atendendo centenas de jovens, de idades variadas, com projetos sociais em diversas áreas.

“Trouxemos ao Congresso temas relevantes, de grande importância para a administração dos clubes, além de exposição da nova fase da Unisindiclube, agora mais aprimorada para oferecer formação profissional aos clubes de todo o país. Como fechamento, tivemos uma brilhante participação do Cafu, que incentivou os clubes a olharem com carinho redobrado as ações sociais que já desenvolvem”, disse o presidente do Sindi Clube, Paulo Movizzo.

Veja aqui fotos do evento. 

19/04/2018 - Encontros com Dirigentes visitam Jos dos Campos, Campinas e Piracicaba

A série de Encontros com Dirigentes foi aberta com a visita a três cidades: São José dos Campos, em 11/4, Campinas, 12/4, e Piracicaba, 14/4. Os eventos prosseguem até outubro, a comitiva do Sindi Clube estará em outros nove municípios para recepcionar presidentes, dirigentes e gestores de clubes.

Nesses encontros, diretores e consultores da entidade explicam e discutem, em mesas redondas, a aplicação da nova convenção de trabalho como ferramenta de gestão, e também outros assuntos como compras coletivas de materiais em pregões eletrônicos, para redução de custos; roteiro para a implantação do compliance que dá transparência à administração do clube; e ainda explicações sobre o acesso às leis de incentivo para desenvolver projetos de formação esportiva.

Veja aqui as datas e locais dos próximos Encontros com Dirigentes.

19/04/2018 - Edio de 20 anos do Pepac tema de entrevista na Rdio Globo

O Pepac (Programa Esportivo para Associados de Clube) foi assunto no programa Radar do Esporte, da Rádio Globo.

O coordenador do Pepac, Reginaldo Teixeira Rosa, entrevistado pelo jornalista Marcelo do Ó, falou sobre o torneio que comemora 20 anos de realização ininterrupta e que se configura como o maio campeonato interclubes do país, com a participação de 3.800 atletas associados de clubes.

Ouça a entrevista aqui.

 

15/03/2018 - Sindi Clube apoia eleio de representantes dos clubes ao Conselho de tica do COB

O Sindi Clube declarou apoio aos representantes de clubes que concorrem às vagas nos Conselhos de Administração e de Ética do Comitê Olímpico do Brasil (COB), na eleição que será realizada no dia 23 de março.

Os candidatos apoiados pela entidade são Carlos Osso e Alexandre Lomonaco, do Esporte Clube Pinheiros, e Sérgio Rodrigues, do Minas Tênis Clube.

“Apoiamos a presença dos candidatos vinculados aos clubes, que representam o setor que é o grande responsável pela formação de atletas no país. Neste momento de transição, é muito importante a presença deles no Conselho de Administração e de Ética do COB”, afirma Paulo Movizzo, presidente do Sindi Clube.

Serão eleitores os representantes das 35 confederações filiadas ao COB, os 12 atletas mais bem votados para a composição da Comissão de Atletas do COB e o membro brasileiro do COI.

15/03/2018 - USC apresenta novo EAD para gestores de RH

Gestores de recursos humanos de clubes acompanharam a apresentação das funcionalidades dos novos cursos de ensino a distância (EAD) e presenciais da Universidade Sindi Clube (USC), cuja nova grade poderá ser acessada no próximo dia 20, no portal do Sindi Clube.

O colaborador poderá participar dos cursos EAD no horário mais adequado para ele e para o clube, em um ambiente com muitos recursos de multimídia, como chats, web conferências e tutoria.

A exposição, que impressionou favoravelmente os profissionais de RH, foi feita no Sindi Clube por representantes do Instituto Phorte Educação, empresa parceira que vai colocar à disposição dos clubes uma plataforma com ambiente virtual de aprendizagem de última geração.

14/03/2018 - Bebeto de Freitas, nota de pesar do Sindi Clube

O Sindi Clube se solidariza com a família e os amigos de Bebeto de Freitas neste momento de dor e enaltece sua trajetória como atleta, técnico e dirigente esportivo, cuja atuação sempre será lembrada com admiração no meio clubístico.

08/03/2018 - Encontros com Dirigentes começam em abril!

Começa em abril a nova série de “Encontros com dirigentes”, ação que o Sindi Clube desenvolve para promover contatos da entidade com presidentes, diretores, conselheiros e gestores de clubes de todas as regiões do Estado.

Serão feitas 12 reuniões em que diretores e consultores do Sindi Clube esclarecerão todos os tipos de dúvidas sobre a administração dos clubes e também vão apresentar os serviços e convênios que a entidade disponibiliza.

A aplicação da nova convenção de trabalho como ferramenta de gestão será o tema principal dos eventos. Também estarão em pauta assuntos como compras coletivas de materiais em pregões eletrônicos, para redução de custos; roteiro para a implantação do compliance que dá transparência à administração do clube; e também explicações sobre o acesso às leis de incentivo para desenvolver projetos de formação esportiva.

Nos Encontros ainda há a realização de Assembleia Geral Extraordinária destinada a dar à diretoria do Sindi Clube poder para conduzir as negociações que vão estabelecer a Convenção Coletiva de Trabalho 2018/2019 e também para deliberar sobre outros assuntos administrativos da entidade.

Neste ano, o primeiro “Encontro com dirigentes” será realizado em São José dos Campos, em 11 de abril. Depois, a comitiva do Sindi Clube irá percorrer outras 11 cidades paulistas, até encerrar o giro, em 13 de setembro. (veja abaixo).

“Realizados desde 2012, os Encontros com Dirigentes são validados a cada ano pelo crescente comparecimento de presidentes, dirigentes e gestores de clubes. Nosso objetivo é informar e ouvir os participantes e, assim, fortalecer os clubes nas localidades onde atuam”, afirma o presidente do Sindi Clube, Paulo Movizzo.

Confirmações de presença pelo telefone: (11) 5054-5464 ou e-mail:edirigentes@sindiclubesp.com.br.


Encontros com dirigentes 2018:


Cidade

Data, horário

Local

São José dos Campos

11 de abril, 19h

Hotel Mercure

Av. Dr. Jorge Zarur, 81, Torre 2

Campinas

12 de abril, 19h

Apesec

Rua Babaçú, 261

Piracicaba

14 de abril, 9h

Antonio's Palace Hotel

Av. Independência, 2.805

Sorocaba

10 de maio, 19h

Hotel Transamerica the First

Av.  Profª Izoraida Marques Peres, 193

Santos

17 de maio, 19h

Hotel Mendes Plaza

Av. Mal. Floriano Peixoto, 42

Grande São Paulo

2 de agosto, 19h

Hotel Mercure São Caetano, Rua Alegre, 440

Araçatuba

21 de agosto, 19h

Mariá Plaza Hotel

Rua Anhanguera, 3.909

Presidente Prudente

22 de agosto, 19h

Aruá Hotel

Av. Cel. José Soares Marcondes, 1.111

Marília

23 de agosto, 19h

Hotel Quality

Rua Aimorés, 501)

Bauru

25 de agosto, 9h

Astron Hotel

Rua Luso Brasileiro, 4

São José do Rio Preto

12 de setembro, 19h

Hotel Faria Lima

Av. Brig. Faria Lima, 5045

Ribeirão Preto

13 de setembro, 19h

Hotel JP

Via Anhanguera, Km 306,5

 

07/03/2018 - Participe do Prêmio Nacional de Literatura dos Clubes

Associados de clubes de todo o país, que gostam de escrever, estão convidados a participar do Prêmio Nacional de Literatura dos Clubes.

As inscrições vão de 15 de março a 30 de junho de 2018, para trabalhos de poesia, crônica e conto.

O concurso é uma iniciativa prevista no convênio firmado entre o Sindi Clube e a FENACLUBES (Confederação Nacional dos Clubes), que dá caráter nacional ao Prêmio Sindi Clube/APL de Literatura, antes realizado apenas em São Paulo.

As condições exigidas para participar do Prêmio Nacional de Literatura dos Clubes podem ser consultadas no regulamento do concurso.

O Prêmio é feito em parceria com a Academia Paulista de Letras (APL), que formará uma comissão julgadora composta por especialistas em cada gênero literário para analisar os textos inscritos.

Os melhores colocados receberão prêmios de R$ 1.500,00, R$ 1.000,00 e R$ 500,00. O concurso permite a inscrição de uma obra inédita por participante e os temas dos trabalhos são de livre escolha.

01/03/2018 - Pregões eletrônicos vão comprar cloro, papel sulfite e copos plásticos

Os próximos pregões eletrônicos realizados pelo Sindi Clube para compras coletivas feitas por clubes serão realizados em março, para a aquisição de cloro, papel sulfite e copos plásticos. 

Os itens a serem adquiridos foram definidos em reunião do Comitê de Compras, composto por gestores do setor de suprimentos dos clubes. O encontro foi realizado em 21 de março, na sede do Sindi Clube. Compareceram representantes de 22 clubes. As datas dos pregões serão divulgadas proximamente.

Clubes interessados em participar devem entrar em contato com o Sindi Clube pelo e-mail: secretaria@sindiclubesp.com.br.

29/01/2018 - Feriado no Carnaval depende de lei municipal

Nenhum dia do período do Carnaval é considerado como feriado, a menos que haja uma lei municipal que determine a cessação do trabalho.

Durante o reinado de Momo todos os dias são normais e os funcionários, nesse intervalo, devem ser remunerados pelo trabalho em dias úteis.

No município de São Paulo, por exemplo, nos últimos anos, não foi decretado feriado em nenhum dos dias do Carnaval. É importante não confundir feriado com ponto facultativo, que é aplicável apenas às repartições públicas.

24/01/2018 - Vôlei do Pepac 2018 amplia participação e terá categorias masculinas

A Copa Sindi Clube Metropolitana de Vôlei do Pepac (Programa Esportivo para Associados de Clubes) deste ano foi ampliada. Também vão participar as categorias masculinas por idade e máster além das já tradicionais femininas (veja baixo).

 

Esta edição do Pepac será comemorativa dos 20 anos do torneio, mais uma razão para os clubes participarem.

As categorias vão do sub-13 até o máster. Acompanhe:


·         Iniciante masculino e feminino sub-13: nascidos até 2006, até 12 anos.

·         Pré-mirim masculino e feminino sub-14: nascidos até 2005, até 13 anos.

·         Mirim masculino e feminino sub-15: nascidos em 2004, 14 anos.

·         Infantil masculino e feminino sub-17: nascidos em 2002 e 2003, 15 e 16 anos.

·         Infanto-juvenil masculino e feminino sub-19: nascidos em 2000 e 200, 17 e 18 anos.

·         Juvenil masculino e feminino sub-21: nascidos em 1998 e 1999, 19 e 20 anos.

·         Adulto masculino e feminino: idade livre. 

·         Máster feminino por nível técnico: nascidas até 1988, todos os níveis técnicos e suas subdivisões. 

·         Máster masculino e feminino por idade completada ou a completar em 2018: 30+, 35+, 40+, 45+, 50+, 55+ e 60+.


Os congressos técnicos, que serão realizados na sede do Sindi Clube (Avenida Indianópolis, 618) e vão definir as regras das competições, estão marcados para as seguintes datas:

17 de fevereiro, sábado, 14h

Primeira reunião para as equipes máster de todos os níveis técnicos.

24 de fevereiro, sábado, 14h

Primeira reunião para as categorias de base e adulto.

3 de março, 14h

Segunda reunião para as equipes máster de todos os níveis técnicos.

3 de março, sábado, 16h

Primeira reunião para as equipes máster por idade (masculino e feminino).

10 de março, sábado, 14h

Segunda reunião para as equipes das categorias de base e adulto.

 

 

É importante a presença dos treinadores das equipes, pois questões relevantes serão discutidas nos congressos.

Somente os técnicos terão direito a voto. Atletas e representantes dos clubes poderão comparecer, mas não participarão das decisões dos congressos.

Mais informações podem ser obtidas pelo e-mail: pepac@sindiclubesp.com.br

18/01/2018 - Sindi Clube prossegue com Assembleias Gerais Extraordinárias que deliberam sobre contribuições de 2018

Assembleias Gerais Extraordinárias (AGEs) realizadas em Santos (8/1), São Bernardo do Campo (9/1), São José dos Campos (10/1), Campinas (11/1), Sorocaba (12/1), Piracicaba (13/1), Ribeirão Preto (15/1), São José do Rio Preto (16/1) e Araçatuba (17/1), aprovaram por unanimidade a nova forma de cobrança das contribuições dos clubes ao Sindi Clube, que passará a ser feita apenas como Contribuição Negocial Patronal, em sete parcelas, durante o ano. Desse modo, extinguiu-se a contribuição sindical.

As AGEs prosseguem e serão feitas em outras regiões do Estado do São Paulo, ainda neste mês: Presidente Prudente (18/1), Marília (19/1) e Bauru (20/1). Veja aqui os locais e horários das reuniões.

A Contribuição Negocial Patronal será de 7% sobre o valor da folha de pagamento do clube que serve como base de cálculo para o recolhimento da Previdência Social dos empregados. O recolhimento é dividido em sete parcelas de 1%  cada uma, com vencimentos nos meses de janeiro, fevereiro, abril, junho, agosto, outubro e dezembro.

Palestra explica Convenção

Nos mesmos eventos em que os representantes de clubes deliberam sobre a Contribuição Negocial Patronal também é apresentada palestra que explica a nova Convenção Coletiva de Trabalho, que incorporou todas as mudanças trazidas pela recente reforma trabalhista.

 

10/01/2018 - Sindi Clube fecha acordos com Sinpefesp e Fepefi para Convenção de Trabalho

O Sindi Clube firmou acordos com o Sinpefesp, sindicato que representa os profissionais de Educação Física, e com a Fepefi, Federação Interestadual dos Profissionais de Educação Física, para a convenção coletiva de trabalho para o período 2017/2018, com data base em 1º de dezembro.

O acerto estabelece reajuste nos salários de 1,95%, a partir de 1º de janeiro de 2018.

O porcentual de correção salarial corresponde à variação do INPC no período de dezembro de 2016 a novembro de 2017.

 

Consulte no portal

O ajuste feito com o Sinpefesp e Fepefi tem as mesmas bases da convenção de trabalho firmada antes com o Sindesporte, sindicato que representa os trabalhadores em clubes.

A íntegra dos três acordos pode ser consultada no portal do Sindi-Clube.

 

08/01/2018 - Novo mínimo federal, aplicável aos contratos de aprendizes

Decreto do governo atualizou o valor do salário mínimo de R$ 937 para R$ 954 (aumento equivalente a 1,81%) a partir de 1º janeiro de 2018.

O valor diário do salário mínimo corresponderá a R$ 31,80 e o valor horário a R$ 4,34, aplicáveis aos contratos de trabalho de aprendizes.

03/01/2018 - Definidas as datas dos congressos técnicos do Pepac

A próxima edição do Pepac, que vai comemorar 20 anos de realização do torneio, já definiu as datas dos congressos técnicos que vão decidir as regras dos próximos campeonatos.

Futsal

Treinadores de futsal têm duas reuniões marcadas para fevereiro, nos dias 3/2 e 24/2, no Sindi Clube, às 13h.

Vôlei

Os técnicos de vôlei, por sua vez, farão seis encontros. Dois em fevereiro, dias 17/2 e 24/2, e cinco em março, dias 3/3, 10/3, 17/3, e 24/3, no mesmo local, às 14h. 

Voltar

© Sindi Clube - Todos os Direitos Reservados