Loading

Confira todas as notícias

Painel “Impactos da reforma trabalhista nos clubes” lota auditório da Fiesp

 

Com grande comparecimento de presidentes, dirigentes e gestores de clubes, o Sindi-Clube realizou, em 14 de novembro, o painel “Impactos da reforma trabalhista nos clubes”, evento que lotou o auditório da Fiesp, em São Paulo. Foram apresentadas palestras que analisaram os principais aspectos da maior alteração já feita na Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), que entrou em vigor no último dia 11.

Foram palestrantes Almir Pazzianotto, ex-ministro do Trabalho e ex-presidente do Tribunal Superior do Trabalho; Denis Sarak, advogado da área trabalhista do escritório Braga Nascimento e Zilio; e Valter Piccino, consultor jurídico do Sindi-Clube.

Pazzianotto, em sua palestra, rememorou a implantação das leis trabalhistas no país, que teve como principal marco a criação da CLT, em 1943. “Desde então, esse conjunto de leis parou e o mundo continuou andando”, salientou, para defender a reforma como maneira de a legislação que rege o trabalho acompanhar as mudanças modernizadoras verificadas na sociedade. O ex-ministro também ressalvou que há pontos da reforma que “precisarão de amadurecimento constitucional” e poderão ser contestados.

Os consultores Sarak e Piccino destacaram e explicaram os itens da nova legislação que atingem mais diretamente os clubes e, após as apresentações, o público pôde apresentar dúvidas que foram respondidas pelos palestrantes.

O presidente do Sindi-Clube, Paulo Movizzo, disse estar satisfeito com o grande comparecimento verificado no evento. “Agradeço a presença de todos e a hospitalidade da Fiesp. Temos certeza de que as novidades da reforma vão, de fato, inaugurar uma nova fase que tornará a negociação trabalhista mais harmonizada e simétrica, além de favorecer o emprego”, afirmou.

Voltar

© Sindi Clube - Todos os Direitos Reservados